FAIL (the browser should render some flash content, not this).

newsletter

 

Siga-nos em

img

 

Membro do

img

ESA

 

Parcerias

img

 

leroy

 

logo

 

logo

 

Dia Mundial dos Avós

avos

Só para netos e avós!
Amanhã, Dia Mundial dos Avós, no Centro Ciência Viva de Sintra: desafios, surpresas e ainda... 50% de redução nos bilhetes de entrada!

Ciência para todas as idades!!!

 


 

verao

Dia 10 de julho abrem as inscrições para a edição deste ano da Ciência Viva no Verão em Rede, um programa de divulgação científica com inúmeras ações de divulgação de Ciência e Tecnologia, a realizar em todo o país, para todos os públicos, entre 15 de julho e 15 de setembro.

O Centro Ciência Viva de Sintra propõe 14 atividades diferentes nas áreas da Aeronáutica, Ambiente, Botânica, Desporto, Geologia e Tecnologia: Descobrir a Granja do Marquês – o berço da aviação militar; Geometria no palácio; Descobrir a serra, a pedalar; Um jardim comestível, A Ciência de um teatro… são algumas das propostas para este verão.

As 14 atividades estão disponíveis em 33 datas e contam com a parceria de 7 entidades (Museu do ar; Parques de Sintra Monte da Lua, S.A.; PT – Portugal Telecom; Sintra Bikking; Sociedade Portuguesa de Botânica; Sociedade Portuguesa de Espeleologia; Sociedade União Sintrense).

A inscrição nestas ações é obrigatória, devendo ser efetuada em www.cienciaviva.pt ou através do telefone 21 898 50 50.

Neste Verão, venha viver Ciência!

http://www.cienciaviva.pt/veraocv/

 


 

Os quiproquós de Galileu!

Para estimular o gosto pela Ciência da população mais jovem, VOTE no projeto do Centro Ciência Viva de Sintra ao 4.º Orçamento Participativo da União das Freguesias de Sintra.

Votação de 13 de junho a 18 de julho na sede e delegações

http://www.uniaofreguesiassintra.PT

galileo

O projeto “Os quiproquós de Galileu” pretende estimular o gosto pela Ciência e aumentar a literacia científica da população mais jovem da área de influência da União das Freguesias de Sintra. Aliando a leitura de obras referenciadas no Plano Nacional de Leitura, a atividades de mãos-na-massa em áreas como a Ecologia, Saúde, Economia e Ciência, entre outras, os jovens irão elevar o seu nível de literacia, desenvolvendo a sua autonomia e espírito crítico.

 


 

oferta_edu

 


 

circuitos

É um explorador? E é uma pessoa curiosa? Então os Circuitos Ciência Viva são para si!

Esta Páscoa temos um presente para oferecer aos exploradores que já têm o cartão ou pensam adquiri-lo! São 15 prémios da Galp e da CP!

Pronto para partir?

Saiba mais aqui

www.circuitoscienciaviva.pt 

 


 

Qual é o seu próximo destino?

 

 

Saiba mais em: circuitoscienciaviva.pt

 


 

Ações de formação 2017/2018

O Centro Ciência Viva de Sintra encontra-se a preparar a sua oferta formativa para 2017/2018. Desafiamos todos os professores do Ensino Pré-Escolar e 1.º CEB a apresentarem as suas sugestões para futuras ações de formação através do e-mail escolas@cienciavivasintra.pt!img

Contamos com a vossa colaboração e participação!

 


 

Quer levar os seus alunos ao Espaço?

planetario

 

O Planetário Digital Móvel do Centro Ciência Viva de Sintra é um valioso recurso para complementar as temáticas de estudo do Espaço e do Universo. As sessões, realizam-se em qualquer dia da semana, mediante marcação e estão sujeitas a um número mínimo de 10 participantes.
O Centro Ciência Viva de Sintra realiza também sessões de planetário em escolas, bibliotecas ou outros locais.
As sessões poderão ser complementadas com observações ao telescópio, caso as condições climatéricas o permitam.

 

planetario

 

Mais informações: escolas@cienciavivasintra.pt

 


 

ant_logo

 

Exposição "Resistir: quando as bactérias sobrevivem aos antibióticos"

Outubro 2015- Setembro 2016

Esta é uma exposição interativa que convida o visitante a saber mais sobre bactérias, desvendando os mecanismos que levam ao aparecimento da resistência aos antibióticos. Inclui diversas atividades para pôr as mãos na massa, módulos interativos de ciência, modelos tridimensionais de células e vírus, uma banda desenhada e vídeos.

Enquanto experimentam estes materiais, os visitantes conseguirão compreender alguns fenómenos biológicos complexos de forma simples e lúdica. Esta exposição ajuda, também, a compreender como é que todos podemos contribuir para o controlo do aparecimento de bactérias resistentes aos antibióticos.

Este projecto foi financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, com o acompanhamento científico do Instituto de Tecnologia Química e Biológica (Universidade Nova de Lisboa), e contou com a participação de professores e alunos da região de Sintra.

 

Banda Desenhada da exposição ("Um combate difícil") - PDF

 


 

terra

Trata-se de um exposição do Centro Ciência Viva de Sintra que foi criada para celebrar 2015 como o Ano Internacional da Luz e o Ano Internacional do Solo.

A Vida na Terra depende, direta ou indiretamente, da energia da luz solar. Nos seres vivos, a forma mais eficaz de armazenar essa energia é a fotossíntese.

É através dela que as plantas, algas e algumas bactérias captam a luz do Sol e transformam-na em energia química.

Esta é uma das razões porque os seres vivos dependem da luz solar.

O solo é um recurso não renovável indispensável à vida.

É um reservatório de biodiversidade e da forma como o preservarmos dependerá a qualidade da nossa vida na Terra.

Desfrute dos seus sentidos nesta exposição interativa.

Boa Visita!

 


 

O charco do CCVS está a servir neste momento de maternidade à descendência das nossas rãs.

img

Venha visitar-nos e transforme-se num “bio-investigador” ao tentar descobrir onde se escondem os ovos.

 

 


 

Novo projecto desafia público

a saber mais sobre resistência aos antibióticos

O Centro Ciência Viva de Sintra, em parceria com o Instituto de Tecnologia Química e Biológica da Universidade Nova de Lisboa, foi um dos vencedores do concurso “Literacia em Saúde” 2014 da Fundação Calouste Gulbenkian.

Clique aqui para saber mais

 


 

Exposição

"A Ciência que muda o mundo"

Sabia que a vacinação, os antibióticos, a higiene, a contraceção, os cuidados de saúde e o acesso à assistência médica reduziram a mortalidade infantil e garantiram um aumento da esperança média de vida para um número crescente de pessoas apenas no último século? Venha descobrir os avanços da ciência que mudaram a nossa vida e a nossa saúde nos últimos 100 anos com a exposição "A Ciência que muda o mundo", concebida pelo Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva.

img

 


 

 

Destaques:

 

s

Ibercivis - Ibercivis - O Centro Ciência Viva de Sintra assinala as comemorações do seu 3º aniversário através da adesão ao Projecto Ibercivis...

s

Laboratório - Nós somos aquilo que comemos – mas de que é feito aquilo que comemos? Será que é possível ver o DNA?


s

E as pilhas usadas? - Poderá deixar as suas pilhas usadas no Centro Ciência Viva de Sintra...


s

Festas de Aniversário - Queres passar um dia de aniversário divertido e diferente?


s

Arrendamento para eventos - Antiga Garagem dos Eléctricos de Sintra foi o local eleito...

 

 

 

img

img

Festeja o teu aniversário no CCVSintra e partilha com os teus amigos os nossos novos programas de aniversário.

Abracadabra.. .…Bip! Bip!


Charco CCVSintra

Click Aqui e explore o projecto do nosso charco

charco


 

Notícias:

116.03.2017

Ajude a identificar novos mundos e planetas a partir do seu quintal. Parece incrível mas apesar de todos os esforços há ainda uma parte muito considerável (mesmo muito considerável) de Universo por explorar e a NASA agradece toda a ajuda possível...


117.03.2017

Descer ao interior de um vulcão deixou de ser arriscado O interior de um vulcão é algo visto por muito poucos no mundo, mas agora está àquela famosa distância que a internet nos permite: a de um clique...

 

130.07.2016

É uma "arrogância" pensar que só existe vida na Terra, diz astronauta canadiano. O astronauta canadiano Chris Hadfield, autor de um livro autobiográfico, Guia de um astronauta para viver bem na Terra, editado em Junho, em Portugal pela Pergaminho, considera "uma arrogância" pensar-se que só existe vida na Terra, sustentando que a exploração espacial "vai continuar", porque faz parte da "natureza humana"...

 

 

112.05.2016

Uma em cada cinco espécies de plantas está em perigo.Uma em cada cinco espécies de plantas do mundo, o que corresponde a 21%, estão em risco de extinção. As conclusões constam da primeira avaliação global da flora.

 

1

 

 

 

Uma vida a aprender para continuar sempre a crescer!
Facebook Twitter Instagram Youtube